PREFEITURA ESCLARECE PROJETO DE ATERRO SANITÁRIO


PREFEITURA ESCLARECE PROJETO DE ATERRO SANITÁRIO
PREFEITURA ESCLARECE PROJETO DE ATERRO SANITÁRIO

Moradores de Barcarena lotaram a quadra do ginásio municipal, nesta sexta-feira (15), para receber informações sobre o processo de construção do futuro aterro sanitário do município.

Em nome da prefeitura, o secretário de Planejamento Jacobson Estumano apresentou o assunto, com destaque para vários pontos importantes e desmentiu boatos.

Ele classificou como ´potoca´ a informação que circulou nos últimos meses de que Barcarena receberia o lixo de capital. “Jamais ia querer que o lixo de Belém viesse pra cá”, disse Jacobson.

Por lei, cada município brasileiro tem que criar estruturas para tratar de seus resíduos sólidos; e Barcarena será pioneira na região, ao planejar a construção do próprio aterro.

A consulta pública tirou as dúvidas da população sobre o assunto e estreitou a parceria entre a prefeitura, Ministério Público e a comunidade em geral que vai assegurar apoio ao projeto.

Ainda não há uma área definida para a instalação, mas recursos para a construção do aterro já existem. Boa parte do dinheiro virá da Imerys Rio Capim Caulim, mediante o cumprimento de um TAC.

O TAC – Termo de Ajustamento de Conduta – tem prazo para ser cumprindo. Eis a necessidade de reuniu a comunidade para informar, esclarecer e definir o local para a instalação.

PARTICIPAÇÃO – Secretários, vereadores, lideranças comunitárias e moradores em geral participaram da reunião que apresentou a proposta de construção do aterro sanitário de Barcarena.

O próximo passo agora é reunir técnicos e especialistas para fazer o estudo de levantamento de possíveis áreas onde poderá ser instalado o projeto. A preocupação de todos é reduzir impactos sociais e ambientais.