PREFEITURA NÃO ESTÁ OMISSA EM RELAÇÃO A RUA DOS BOMBEIROS


PREFEITURA NÃO ESTÁ OMISSA EM RELAÇÃO A RUA DOS BOMBEIROS
PREFEITURA NÃO ESTÁ OMISSA EM RELAÇÃO A RUA DOS BOMBEIROS

 

A avenida Padre Casemiro de Souza (Rua dos Bombeiros), é importante via de acesso a várias comunidades, como de Itupanema, Vila Nova, Fazendinha e à praia do Caripi. Mas também é a via que leva a dois portos privados que recebem dezenas de carretas, por dia, carregadas com soja. A prefeitura tenta fazer um trabalho constante de manutenção da avenida, que não foi projetada para tráfego pesado, mas enfrenta dificuldades por conta desse tráfego, associado ao período de chuvas. 

Nesta terça-feira, o prefeito Antônio Carlos Vilaça explicou que o município não está omisso em relação a rua dos Bombeiros e está trabalhando para resolver o problema. Mas a prefeitura está preocupada com os moradores das comunidades e já concluiu um estudo técnico para a recuperação definitiva da avenida. Porém, o prefeito argumentou que a obra é cara e os portos responsáveis pelo tráfego de carretas vão ser diretamente beneficiados. Com isso, essas empresas têm que apresentar uma contrapartida de recursos. “A prefeitura não pode arcar sozinha com um problema que não foi causado por ela”, argumentou.

O vice-prefeito Paulo Alcântara explicou hoje que a prefeitura já firmou parceria com uma das empresas, a Unitapajós. Com a parceria, o município entra com a viabilização da obra e a empresa com os recursos para a execução de parte do empreendimento. “Só que a recuperação da avenida tem que ser feita de forma correta, para receber o tráfego pesado e o outro porto também tem que contribuir”, explicou o vice-prefeito.

A projeção é que a obra de recuperação da avenida Padre Casemiro de Souza comece logo após o período chuvoso. Enquanto isso, a prefeitura vai liberar o tráfego com a recuperação de trechos críticos, para evitar que as carretas utilizem as ruas do núcleo urbano de Vila dos Cabanos. “A prefeitura não vai permitir o acesso de carretas no núcleo”, concluiu Vilaça.