VILAÇA VISITA CONSTRUÇÃO DE ESCOLA NO FURO DO NAZÁRIO


VILAÇA VISITA CONSTRUÇÃO DE ESCOLA NO FURO DO NAZÁRIO
VILAÇA VISITA CONSTRUÇÃO DE ESCOLA NO FURO DO NAZÁRIO

Em breve, os moradores do Furo do Nazário, na Ilha das Onças, irão ganhar uma escola do jeito que sempre sonharam. Na manhã deste domingo, uma comitiva da prefeitura de Barcarena - formada pelo prefeito Antônio Carlos Vilaça, vice Paulo Alcântara e secretário de Obras Alexandre Batella - visitou o canteiro de construção da nova unidade de ensino, que será toda em alvenaria, substituindo o casarão de madeira, construído há mais de vinte anos. 

Na comitiva, também estiveram presentes o deputado estadual Renato Ogawa e o vereador Thiago Rodrigues. De acordo com o prefeito Vilaça, a obra significa tratamento igualitário no município. “Uma gestão tem que trabalhar de forma igual para todos. Se nós fazemos uma escola de qualidade na cidade, nós temos que fazer igual nas ilhas e nas áreas rurais. E essa será a primeira escola das ilhas, porque cada ilha terá uma escola, do jeito que merecem e necessitam”, garantiu o prefeito;

A unidade de ensino terá 12 salas de aula, refeitório, setor administrativo e área de lazer. “Pela primeira vez, depois de mais de duas décadas, a população da ilha terá uma escola segura e confortável, toda em alvenaria, no padrão Vilaça. Com isso, comprovamos que nossa gestão alcança os moradores de todas as áreas do município, sobretudo na educação, que é a base de todos os outros avanços”, afirmou o vice-prefeito Alcântara.  

A escola contará, ainda, com painel de energia solar e moderna iluminação de led, deixando o espaço adequado aos padrões de sustentabilidade. Segundo o deputado Ogawa, a obra é um exemplo de coragem da atual gestão. “Essa escola vai levar dignidade aos alunos, igualando o tratamento dados aos moradores das ilhas, das estradas e do centro urbano. Pra mim, é uma obra de muita honra e coragem da prefeitura de Barcarena”, destacou o parlamentar. 

A expectativa é que o empreendimento seja entregue no primeiro semestre de 2020. “A obra demonstra a valorização e o reconhecimento da cidadania dos ribeirinhos, que precisam e merecem de educação de qualidade. Pra nós, é gratificante mudar uma realidade tão dura, depois de tantos anos de estudos em uma estrutura inadequada”, disse Alexandre Batella, titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Semdur), pasta responsável pela construção da unidade de ensino.