NA CONTRAMÃO DA CRISE, 40 OBRAS ESTÃO EM ANDAMENTO EM BARCARENA


NA CONTRAMÃO DA CRISE, 40 OBRAS ESTÃO EM ANDAMENTO EM BARCARENA
NA CONTRAMÃO DA CRISE, 40 OBRAS ESTÃO EM ANDAMENTO EM BARCARENA

Você, que anda por Barcarena, já deve ter percebido que a cidade virou um grande canteiro de obras. Na contramão da crise no Brasil, que atinge diretamente os municípios, a prefeitura de Barcarena está com 40 obras em andamento, nas áreas de educação, saúde, infraestrutura, esporte e lazer. 

Com investimento de mais de R$ 100 milhões, entre recursos próprios e externos. “Nós governamos pra hoje e pro futuro. Somos responsáveis pelas próximas gerações e, por isso, a meta de nossa gestão é investir nas áreas prioritárias, garantindo qualidade de vida aos nossos moradores", afirmou o prefeito Antônio Carlos Vilaça. 

Das quarenta obras no município, 26 estão em andamento e são executadas por meio de 15 empresas privadas, que ganharam as licitações públicas e estão responsáveis pelos empreendimentos em Barcarena. Outras 14 obras estão em processo licitatório. Entre os empreendimentos, são seis escolas, cinco creches, quatro praças, dois trapiches, ampliação da UPA de Barcarena, instalação de pontos de mototáxis e abrigos em paradas de ônibus, construção do complexo esportivo da Vila dos Cabanos, pavimentação asfáltica de 32 quilômetros de vias, além de outros empreendimentos espalhados por Barcarena.

Hoje, a principal obra do município é a construção da Orla de Barcarena-Sede, que será transformada em um espaço de comércio, turismo e lazer. Orçado em R$ 34 milhões, o projeto vai englobar 970 metros de extensão e terá mercado e praça de alimentação, complexo poliesportivo, sistema de contenção e de segurança e parque recreativo. A expectativa é que o empreendimento seja entregue em um ano e meio. Oura obra impactante é a escola Maria Cecília, que será inaugurada neste domingo(14).

Vilaça destaca, no entanto, que o mérito de tantas obras em andamento no município não é só da prefeitura, e sim de todos os agentes envolvidos em cada projeto, em cada iniciativa. "Não é o prefeito, é a equipe, são as parcerias que estabelecemos, são os gastos conscientes. Vamos deixar a casa pronta e arrumada para a próxima gestão, porque é disso que as pessoas precisam: governos que gastem com respeito e invistam nos lugares certos o dinheiro do povo", finalizou Vilaça.