PREFEITURA EXECUTA ATIVIDADES DE VALORIZAÇÃO DA MULHER NEGRA


PREFEITURA EXECUTA ATIVIDADES DE VALORIZAÇÃO DA MULHER NEGRA
PREFEITURA EXECUTA ATIVIDADES DE VALORIZAÇÃO DA MULHER NEGRA

Representantes do Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará (CEDENPA) estão no município executando o projeto “Negras da Amazônia Brasileira: Jornada contra a Violência” , na Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres.

Em reunião com a gestão municipal, conselho municipal, beneficiárias do projeto Barca Flor e com representantes de órgãos da rede de assistência social, o grupo levantou debate e ministrou oficina visando o protagonismo mais qualificado nos processos e espaços de decisão, sejam elas política, econômica, social, cultural, ambiental e religiosa.

Com depoimentos emocionados o grupo saiu fortalecido para novos avanços.“Por diversas vezes eu disse não sofrer preconceito, mas depois de todas essas falas percebo que talvez eu tenha conseguido identificar”, declarou Juliena Nobre, secretária municipal de assistência social. Para Maria Luisa Nunes, Coordenadora da Jornada contra a Violência, o esclarecimento sobre pontos importantes dessa luta reforça a seriedade do assunto. “O eco foi muito interessante!” afirmou.

Para Diego Dias, Psicólogo e Coordenador da Proteção Social Especial da Semas, é importante que a temática continue sendo discutida. “Para nós que efetuamos essa política de assistência na ponta, os técnicos que fazem o atendimento desse público que tem os direitos violados e que sofrem essas violências é muito importante acurar essa sensibilidade o tempo todo, então a gente precisa estar sensível a esse tipo de violência que na maioria das vezes ainda ocorre de forma muito velada”, afirmou.

Atualmente a mulher negra está no topo de todas as pesquisas da desigualdade. No ponto de vista da Coordenadora do projeto, Barcarena tem uma rede bem fortalecida, com uma boa estrutura para o diálogo e profissionais estão bem empenhados. “Vocês dedicaram essa manhã para o assunto, agradecemos por isso”, falou Luisa.