PREFEITURA ESCLARECE SOBRE “RACHADURAS” NA ESCOLA MARIA CECÍLIA


PREFEITURA ESCLARECE SOBRE “RACHADURAS” NA ESCOLA MARIA CECÍLIA
PREFEITURA ESCLARECE SOBRE “RACHADURAS” NA ESCOLA MARIA CECÍLIA

A prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Semdur), descarta qualquer possibilidade de abalo na estrutura física da escola Maria Cecília, em Barcarena-Sede. Diante de publicações nas redes sociais sobre possíveis “rachaduras” no prédio, o titular da Semdur, Alexandre Batella esclarece que “se trata de um desconforto visual causado por juntas de dilatação, mas não há comprometimento da estrutura do prédio”. 

O secretário informou que não há nenhum motivo para preocupação, uma vez que toda grande obra estrutural possui junta de dilatação, e que a empresa responsável pela obra já foi acionada para eliminar esse desconforto. “Visivelmente fica ruim mesmo enxergar a estrutura do prédio como uma rachadura. Acionamos a empresa e ela vai deixar as juntas de forma aparente, com encaminhamento metálico, para evitar a movimentação da estrutura, sem qualquer prejuízo aos cofres públicos. 

Por não ser urgente e para garantir o cumprimento do calendário letivo, a prefeitura optou pela execução da obra durante as férias escolares. "Fizemos as vistorias e não tem alterações na estrutura da unidade. Mas adotamos as medidas necessárias para solucionar o impasse, já que as “rachaduras” causam incômodo nas pessoas que frequentam a Maria Cecília", garantiu o engenheiro Alexandre Batella, titular da Semdur.

Inaugurada em julho do ano passado, a unidade de ensino conta com 18 salas de aula, além de auditório, biblioteca, laboratório de informática e de ciências, refeitório e quadra poliesportiva. Com investimento de quase R$ 4,5 milhões, o espaço possui, também, um moderno painel de energia solar e sistema de iluminação de led, adequando a obra ao que há mais moderno em sustentabilidade e defesa do meio ambiente.