BARCARENA TEM EXPERIÊNCIA SELECIONADA PARA MOSTRA NACIONAL EM VIGILÂNCIA SOCIOASSISTENCIAL


BARCARENA TEM EXPERIÊNCIA SELECIONADA PARA MOSTRA NACIONAL EM VIGILÂNCIA SOCIOASSISTENCIAL
BARCARENA TEM EXPERIÊNCIA SELECIONADA PARA MOSTRA NACIONAL EM VIGILÂNCIA SOCIOASSISTENCIAL

O diagnóstico construído pela Vigilância Socioassistencial da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) de Barcarena foi selecionado para apresentação na 1ª Mostra de Experiência em Vigilância Socioassistencial, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA). O estudo faz referência às famílias impactadas pelo naufrágio do navio cargueiro Haidar, no porto de Vila do Conde, ocorrido em 6 de outubro de 2015 em Barcarena, nordeste do Pará, quando transportava carga de cinco mil bois vivos.

O trabalho inicial de pesquisa com mais de 700 famílias verificou a situação de vulnerabilidade, quantificando as pessoas diretamente atingidas com o desastre e como a Assistência poderia trabalhar com essas famílias. O diagnóstico de acompanhamento teve, desde o ocorrido, o objetivo de identificar essas famílias, que viviam principalmente da pesca, para que fossem reinseridas no mercado de trabalho a partir de uma visão empreendedora.

O trabalho da Vigilância não só observou os sinais críticos, mas também algumas situações, como ações contínuas, desafios e melhores resultados para a comunidade ribeirinha de Vila do Conde.

Com recursos próprios e da Prefeitura municipal, a Semas promoveu o suporte emergencial, com assistência básica, auxílio alimentação e água potável para a população afetada. As Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Infraestrutura, Meio Ambiente, o Gabinete do Prefeito e a Defesa Civil também atuaram na linha de frente da ação.

Na experiência, além de contabilizar as famílias diretamente atingidas com o desastre provocado pela embarcação de bandeira libanesa, a Vigilância Socioassistencial da Secretaria também inseriu novas propostas ao que fora realizado a época. Para isso, diversas famílias estão participando de um trabalho de inserção profissional já iniciado pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Vila do Conde, com oficinas profissionalizantes – como de sabão e panificação – para, assim, reestabelecer as condições econômicas daqueles que não estão no trabalho formal. 

A apresentação do projeto vai acontecer durante o X Encontro Nacional de Vigilância Socioassistencial, que será realizado de 24 a 26 de maio em Brasília. Dos 78 municípios que enviaram experiências de Vigilância Socioassistencial, 26 foram selecionados e o município de Barcarena ficou entre as dez melhores propostas. Os conhecimentos vão fazer parte de uma publicação com o objetivo de divulgar experiências do setor de vigilância socioassistencial relacionadas ao tema.