NOVAS UBSs POSSIBILITAM SERVIÇOS NA PRÓPRIA COMUNIDADE


NOVAS UBSs POSSIBILITAM SERVIÇOS NA PRÓPRIA COMUNIDADE
NOVAS UBSs POSSIBILITAM SERVIÇOS NA PRÓPRIA COMUNIDADE

Um dos objetivos da rede de saúde do município é facilitar para que o paciente seja atendido mais perto de onde mora, desafogando o movimento na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24h. isso está sendo alcançado com as inaugurações das Unidades Básicas de Saúde (UBS) pela Prefeitura de Barcarena.

De acordo com a coordenadora da Atenção Básica da Secretaria de Saúde (Semusb), Cleise Jane Gomes, numa UBS é feito o serviço de promoção de saúde, palestras, atendimento dos programas e prevenção das doenças. Já a UPA é específica para atendimento de urgência e emergência e o paciente só pode permanecer por 24 horas, no máximo. Em caso de necessidade de internação, esse paciente é encaminhado para um hospital.

Segundo a coordenadora, cada Unidade tem sua área de cobertura, algumas podendo ter até duas equipes. “Um dos avanços conquistados com o aumento da cobertura e das equipes, foi o pré-natal, que era uma grande dificuldade”, disse. Esse aumento foi possível devido ao trabalho realizado nas comunidades, pela coordenação de saúde da mulher da Secretaria, com fiscalização e busca ativa da mulher grávida que ainda não havia procurado o serviço, agendando a consulta e promovendo teste rápido de gravidez, iniciando imediatamente o pré-natal.

O Ministério da Saúde determina que o pré-natal seja feito em seis consultas e ofertado todos os exames. Todos os enfermeiros foram treinados para que essa grávida faça o pré-natal na UBS da sua comunidade, com testes rápidos de doenças sexualmente transmissíveis, exames, sorologia e ultrassonografia. “A mulher grávida é prioridade no nosso serviço. Com isso, conseguimos melhorar o pré-natal no município, diminuindo tanto a morte materna quanto a neonatal. Hoje monitoramos muito isso para que nenhuma criança deixe de nascer porque a mãe não teve acesso ao devido acompanhamento”, diz.

Os programas de tuberculose, hanseníase e saúde mental também passaram a ser descentralizados para as Unidades Básicas. “Não era justo o paciente vir do Conde, por exemplo, para ser atendido por um clínico na sede se ele tem toda uma equipe na sua unidade”, avaliou a coordenadora.

Todas as unidades têm sala de vacina, programas de pré-natal, hipertensão e diabetes, hanseníase, tuberculose, vagas para demanda espontânea e vagas para urgência e emergência, estabilizando o quadro clínico do paciente até encaminhar para a UPA se esse quadro não for estabilizado, evitando, assim, o risco de complicações que não possam ser sanadas dentro da atenção básica.

Dentro das unidades também existem metas a cumprir quanto ao Programa Bolsa Família, pois as famílias contempladas precisam ser acompanhadas com verificação de peso das crianças, altura, situação nutricional e vitamina A.

Promover a saúde, tratando da comunidade enquanto está sadia para que tenha mais qualidade de vida e não venha adoecer, esse é o papel da atenção básica em Barcarena. Atualmente, as demandas maiores ocorrem onde há duas equipes, ou seja, nas UBS Pedreira, São José, Imobiliária e Laranjal.