ATENDIMENTO DOMICILIAR É A MARCA DA ATENÇÃO BÁSICA EM BARCARENA


ATENDIMENTO DOMICILIAR É A MARCA DA ATENÇÃO BÁSICA EM BARCARENA
ATENDIMENTO DOMICILIAR É A MARCA DA ATENÇÃO BÁSICA EM BARCARENA

A saúde da população de Barcarena é uma das prioridades do governo Vilaça. Por isso, estar próximo à comunidade com as atuais 28 equipes de saúde da família – distribuídas em 11 Unidades Básicas de Saúde (UBS) – possibilita à Secretaria de Saúde (Semusb) garantir uma cobertura de 82% da atenção básica, uma das maiores do Estado.

Ao alcançar a totalidade de 16 UBS a serem inauguradas pela gestão, serão 32 equipes cobrindo todo o município, o que vai garantir 100% de cobertura, com um efetivo maior do que determina o Ministério da Saúde. Cada equipe é composta por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, agente comunitário de saúde (ACS) e o apoio, que são os agentes administrativos. “A equipe que vai até a casa do paciente é o médico, o enfermeiro, um técnico em enfermagem e o ACS. Em algumas unidades ainda vai o odontólogo”, diz Cleise Jane Coelho Gomes, coordenadora da Atenção Básica da Semusb.

O Ministério da Saúde determina que, uma vez por semana, seja realizada a visita domiciliar a pessoas que não têm condições de chegar até a unidade, como os acamados, os idosos e os que têm dificuldade de locomoção. De acordo com a coordenadora, a demanda é apresentada pelo ACS, que aciona a equipe.

A dona Benícia da Silva, de 79 anos, é uma das usuárias que recebe a visita domiciliar da equipe de saúde da família e recebe orientações de saúde e prevenção de doenças. “Eu fico nervosa de sair de casa, e quando ando sinto muita tontura, por isso gosto quando eles vêm aqui”, avalia.

Equipes também priorizam busca ativa de pacientes – As equipes de saúde da família também fazem busca ativa de gestantes faltosas ao pré-natal, o que é identificado pelo ACS. Essa busca ativa é direcionada, ainda, para pacientes faltosos nos demais programas oferecidos nas UBS, como tuberculose, hanseníase e hiperdia.

“O ACS identifica quem são essas pessoas na sua área, leva a demanda para o enfermeiro, que faz a visita junto com o médico e o ACS”, ressalta Cleise Jane. As equipes de saúde da família contam, ainda, com o apoio das equipes do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), que é composta por nutricionista, fisioterapeuta, assistente social, educador físico e, e, alguns casos, psicólogo.