MERENDEIRAS SÃO EDUCADORAS ALIMENTARES


MERENDEIRAS SÃO EDUCADORAS ALIMENTARES
MERENDEIRAS SÃO EDUCADORAS ALIMENTARES

Pense numa pessoa que gosta de cozinhar! É a Sônia. Não é à toa que ela trabalha como merendeira de escola em Barcarena há 12 anos. Já passou por quatro unidades de ensino e atualmente está na creche Tia Benta, no bairro Jardim Cabano, onde quase 300 crianças estão matriculadas em dois turnos. Sônia e outra ajudante preparam a refeição dos alunos do turno da manhã. “A gente trabalha com amor”, disse Sônia, enquanto cortava laranjas para o lanche do dia.

A rotina das merendeiras começa cedo e segue procedimentos estabelecidos pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), que é responsável pelo alimento servido aos alunos. Na creche do Jardim Cabano, Sônia encara a tarefa com grande responsabilidade. “Trabalhar para as crianças tem que ter muito cuidado”, afirmou. Ela e a ajudante Maria José Carvalho executam os afazeres do dia num ambiente limpo e organizado, onde os alimentos ficam bem armazenados.

No ato de preparação dos alimentos, a toca na cabeça e o avental não podem faltar. Além de manter a higiene, as merendeiras cuidam para que todo o processo de elaboração do cardápio seja realizado com sucesso e o resultado seja uma refeição ou lanche gostoso e saudável para os alunos. “As crianças adoram nossa merenda”, disse Sônia. “Eu me sinto muito bem quando as crianças dizem que a merenda estava gostosa”, completou a merendeira.

CARTILHA - As orientações sobre o preparo da merenda escolar estão na Cartilha de Capacitação das Merendeiras, elaborada por Alice Sobrinho e Jéssica Santos, nutricionistas lotadas na Semed, que será distribuída para cada escola do município. O conteúdo do livreto apresenta o papel das merendeiras, dicas para o planejamento e execução do cardápio, reaproveitamento e armazenamento de alimentos, controle de qualidade e higiene.

Barcarena tem mais de 100 merendeiras escolares em atividade. São no mínimo duas em cada unidade de ensino administrada pela Secretaria de Educação. “A merendeira pode ser capacitada para ser uma excelente educadora alimentar”, diz a cartilha elaborada pelas nutricionistas. Na creche Jardim Cabano, “a nossa alimentação é de qualidade e saudável”, disse Sandra Costa, diretora da Tia Benta. Tão boa que “as crianças ficam esperando a sobremesa”.