ASSISTÊNCIA SOCIAL: ATIVIDADES DO CRAS SERÃO RETOMADAS EM FEVEREIRO


ASSISTÊNCIA SOCIAL: ATIVIDADES DO CRAS SERÃO RETOMADAS EM FEVEREIRO
ASSISTÊNCIA SOCIAL: ATIVIDADES DO CRAS SERÃO RETOMADAS EM FEVEREIRO

A prefeitura de Barcarena informa que as atividades do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos ofertado pela Secretaria de Assistência Social (Semas) nos quatro CRAS da região – Arapari, São Francisco, Vila do Conde e Zita Cunha – retornam no mês de fevereiro. Quem já recebe os serviços dos CRAS precisa atualizar o registro. Cadastros de novos usuários – crianças, adolescentes, jovens e idosos – também estão sendo aceitos a partir da avaliação social técnica para inclusão no serviço.

Para todos os idosos de cada CRAS as atividades reiniciam no dia 2 de fevereiro com um baile de carnaval. As atividades no CRAS São Francisco serão retomadas nas seguintes datas: dia 8 para as crianças e dia 9 para os jovens e adolescentes. No CRAS Arapari, o retorno será dia 7 para as crianças e dia 9 para os adolescentes. O CRAS Vila do Conde volta a atender seus adolescentes no dia 6, os jovens no dia 7, e as crianças no dia 8. Já no CRAS Zita Cunha, as atividades reiniciam no dia 5 para as crianças, e dia 7 para os adolescentes e jovens.

O serviço de convivência e fortalecimento de vínculos do município tem como objetivo orientar crianças, adolescentes e idosos acerca de temáticas e problemas diversos, visando à prevenção de situações de violação de direitos, através de atividades socioeducativas como oficinas de esporte, dança e artesanato, além de trabalhar o fortalecimento de vínculos sociais, familiares e comunitários.

Cada CRAS atua sobre uma área específica de abrangência. “No CRAS São Francisco, por exemplo, esse serviço é disponibilizado para pessoas de 40 bairros, oportunidade em que a comunidade tem a possibilidade de receber um serviço de qualidade que visa a uma sociedade mais igualitária, diminuindo os índices de violência, discriminação e problemas sociais”, ressalta a coordenadora Heyla Barradas.

Semas recebe novos usuários: Todos os CRAS estão aptos a receber um público específico, o público prioritário definido pelo Ministério do Desenvolvimento Social, como os beneficiários do Bolsa Família, as crianças ou adolescentes egressos do trabalho infantil, os adolescentes que passam ou já passaram pelo cumprimento de medidas socioeducativas, e os idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada ou que sofreram algum tipo de violação de direito, como negligência e maus tratos.

“É um público diverso. Todos os anos avaliamos os usuários, realizamos desligamentos e abrimos novas inscrições, desde que essa pessoa esteja incluída nesse perfil exigido pelo governo federal”, ressalta a Secretária Juliena Nobre. Segundo ela, a novidade deste ano é a atuação dos CRAS de forma itinerante: “Vamos levar o serviço de convivência para dentro da comunidade, principalmente para aquelas afastadas, como a ilha Trambioca, levando à população esse direito e esse benefício”.

Documentos: Durante todo o ano novos usuários podem ser inseridos no serviço de convivência e fortalecimento de vínculos conforme as demandas são identificadas, seja no atendimento social ou por meio de encaminhamento pela rede de assistência. Para a avaliação técnica é preciso apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, comprovantes de renda e residência, declaração de matrícula (crianças e adolescentes), número do NIS e cartão SUS. Quem já participa das atividades precisa comparecer com os mesmos documentos para atualizar seu cadastro. As atividades acontecem de terça a sexta-feira.