BARCARENA É SELECIONADA PARA APRESENTAR PROJETO SOCIAL EM BRASÍLIA


BARCARENA É SELECIONADA PARA APRESENTAR PROJETO SOCIAL EM BRASÍLIA
BARCARENA É SELECIONADA PARA APRESENTAR PROJETO SOCIAL EM BRASÍLIA

Destaque nacional pelo enfrentamento à problemáticas sociais, o projeto municipal “Batuqueiros Reciclando Sonhos”, executado com meninos e meninas atendidos no Centro de Referência de Assistência Social – Cras do Arapari foi selecionado para apresentar suas práticas no 2° Congresso Brasileiro de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, agendado para o período de 14 à 16 de maio, em Brasília.

O congresso traz como tema “Outros olhares, reflexões e práticas na defesa dos direitos humanos sexuais de crianças e adolescentes” e vai oportunizar um espaço de troca de experiências e reflexão sobre a violação. “Estamos muito satisfeitos com isso, Barcarena sempre a frente nessa discussão dos direitos das crianças e adolescentes, a exemplo disso temos o Simpósio que estaremos trazendo em agosto pra Barcarena”, comentou a secretária municipal de assistência social, Juliena Nobre, citando o Simpósio Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O projeto que reúne talentosas crianças e adolescentes com habilidade para tocar, cantar e compor, aborda temas polêmicos como violência sexual, gravidez na adolescência e trabalho infantil. Mais impressionante que a capacidade para compor músicas com temas tão importantes é o ritmo empolgante que os usuários da rede socioassistencial fazem com instrumentos produzidos com materiais recicláveis. O resultado desse trabalho, digno de destaque nacional, será reproduzido com um vídeo clip, durante o congresso. “A música do 18 de maio, dia que faz referência ao combate e à exploração sexual de crianças e adolescentes, foi a música selecionada para apresentação, o nome da música é Faça Bonito e estamos muito felizes de apresentar essa experiência”, contou Juliena.

Para as crianças e adolescentes que fazem parte do projeto é a realização de um sonho. “Nossa! Eu acho tudo isso muito, muito bom mesmo. Sempre tive esse sonho, mas nunca pensei que seria tão rápido. O projeto é lindo! ”, desabafou Dayane Valetim, de 18 anos.