ESPAÇO DE ACOLHIMENTO EM BARCARENA É REFERÊNCIA EM LIVRO


ESPAÇO DE ACOLHIMENTO EM BARCARENA É REFERÊNCIA EM LIVRO
ESPAÇO DE ACOLHIMENTO EM BARCARENA É REFERÊNCIA EM LIVRO

Barcarena é destaque outra vez. O município foi referenciado, dentre outros serviços, no livro “Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes – Teorias e evidências científicas para boas práticas, que foi lançado nesta manhã, 28, no auditório Desembargador Wilson Marques, no Fórum Criminal da Cidade Velha. O Espaço de Acolhimento de Crianças e Adolescentes – EACA foi citado nos capítulos que tratam sobre interação com adultos, diferença de gênero e móveis e objetos individualizados.

O livro é fruto de uma pesquisa realizada entre os anos de 2013 e 2015, intitulada Instituições de Acolhimento em quatro regiões do estado do Pará: Perfil, Rotinas e Práticas de cuidado, financiada pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e contou com a contribuição da Psicóloga e servidora do município, Dalízia Amaral, autora de dois capítulos e coautora de um. “A publicação dessa obra representa para mim toda a minha crença de que um serviço de acolhimento pode e deve ser contexto de desenvolvimento. É uma forma também de desmistificar um trabalho realizado dentro dos pressupostos da doutrina da proteção integral. É por isso que uso as #SigiloSim #InvisibilidadeNão”, contou. Dalícia é mestre em Acolhimento Institucional e atualmente cursa doutorado na área.

“Não e fácil manter um serviço como este nos mais variados aspectos, mas com trabalho, dedicação e compromisso, temos há anos conseguido garantir um bom trabalho, dentro da perspectiva da garantia dos direitos de crianças e adolescentes, buscando sempre trabalhar em consonância com o ECA. E os resultados tem sido satisfatório. Exemplo disso é a publicação deste livro com o resultado da pesquisa realizada também em nosso serviço há alguns anos”, comentou Naira Moraes, Coordenadora do Eaca.