Cerca de cem estudantes da escola Checralla Salim Khayat, em Barcarena-Sede, caminharam, na manhã desta " /> Cerca de cem estudantes da escola Checralla Salim Khayat, em Barcarena-Sede, caminharam, na manhã desta " /> Cerca de cem estudantes da escola Checralla Salim Khayat, em Barcarena-Sede, caminharam, na manhã desta " />

ESTUDANTES ALERTAM SOBRE IMPACTOS DE INCÊNDIOS E QUEIMADAS


ESTUDANTES ALERTAM SOBRE IMPACTOS DE INCÊNDIOS E QUEIMADAS
ESTUDANTES ALERTAM SOBRE IMPACTOS DE INCÊNDIOS E QUEIMADAS

Cerca de cem estudantes da escola Checralla Salim Khayat, em Barcarena-Sede, caminharam, na manhã desta quarta-feira (16), para alertar sobre os riscos e impactos dos incêndios e queimadas neste período do ano, em que as temperaturas sobem e a vegetação fica mais seca. A atividade é realizada pela prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semade), em parceria com a Unidade Básica de Saúde da Pedreira, escola, corpo de bombeiros e Demutran.

Com percurso de 1,5 quilômetro, os alunos caminharam sob supervisão de homens do Corpo de Bombeiros e de agentes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran). "Nosso objetivo é sensibilizar a população para combater esses crimes. Se cada um fizer sua parte, nós conseguiremos amenizar as ocorrências e impactos", destacou Pedrina Campos, técnica de Qualidade da Semade.

Dezenas de pessoas foram abordadas ao longo da caminhada e receberam orientações para o destino correto dos resíduos. "Achei uma oportunidade de aprendermos e ensinarmos ao mesmo tempo”, disse a aluna Emily Cecília, de 14 anos.

De acordo com o Código de Postura de Barcarena (Lei Municipal), provocar incêndios e queimadas, em vias públicas ou privadas, é uma prática proibida. A ação também é vetada por duas legislações federais: Código Florestal (12.651/12) e Crimes Ambientais (9.605/98). O infrator pode ser punido com pagamento de multa e até detenção.