DESENVOLVIMENTO E SUSTENTABILIDADE CAMINHAM LADO A LADO EM BARCARENA


DESENVOLVIMENTO E SUSTENTABILIDADE CAMINHAM LADO A LADO EM BARCARENA
DESENVOLVIMENTO E SUSTENTABILIDADE CAMINHAM LADO A LADO EM BARCARENA

Promover o desenvolvimento sustentável é um dos grandes desafios contemporâneos. Em Barcarena, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semade), trabalha para garantir uma relação harmônica entre as necessidades da população e o respeito à natureza. Para este ano, a meta principal da pasta é conscientizar a sociedade sobre importância da coleta seletiva e preparar o município para a implantação de uma unidade de triagem de resíduos recicláveis. 

O projeto integra o Programa Sustentar (parceria entre Hydro e prefeitura) e terá capacidade para processar 40% dos resíduos recicláveis coletados no município, em uma taxa de triagem de 280 toneladas por mês. “Com a unidade pronta, nós precisamos fazer nossa parte, que é garantir a separação dos materiais. O projeto vai dar mais dignidade aos catadores e gerar renda no município a partir do lixo”, explicou a titular da Semade, Juliana Nobre.

Em 2020, outro desafio na área ambiental será a plantação de duas mil mudas de árvores, em locais estratégicos, para promover o fortalecimento da arborização no município. A iniciativa faz parte de um acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU) e Barcarena foi a primeira cidade brasileira a assinar o documento de cooperação internacional. “A meta era de mil mudas, mas nós resolvemos plantar o dobro, ressaltando o nosso compromisso com o meio ambiente”, garantiu Nobre. 

Além disso, a pasta seguirá com ações de educação e fiscalização ambiental e em consonância com o programa Municípios Verdes, do Governo do Pará.

Balanço – Se o presente e o futuro exigem muito, é porque o histórico é positivo. No ano passado, para a emissão do Cadastro Ambiental Rural (CAR), a secretaria vistoriou 216 imóveis, abrangendo mais de 3,7 mil hectares de terra. Com o auxílio de drones e órgãos parceiros, foram realizadas fiscalizações contra queimadas, desmatamento e poluição sonora.

Na educação, a pasta desenvolveu atividades em defesa dos rios, da floresta e da coleta seletiva, alcançando e sensibilizando milhares de pessoas sobre a necessidade - e urgência - da preservação do meio ambiente. “A gente inclui o tema nas datas comemorativas, como o Festival de Verão e o Festival do Abacaxi. Quando vemos, a cidade está engajada na coleta seletiva e reconhece o papel do catador na sociedade”, conta Juliana Nobre.


Com o objetivo de evitar novos danos ambientais, a pasta também reforçou a presença e a fiscalização nas grandes empresas instaladas em Barcarena. Ao longo do ano passado, a Semade arrecadou cerca de R$ 405 mil em licenciamentos ambientais e aplicou mais de R$ 800 mil em multas, contabilizando 76 autos de infração contra empreendimentos em situação irregular no município.