PRÉDIO DO HOSPITAL DE CAMPANHA, DOADO PELA ALBRAS, PERMANECE DE PRONTIDÃO


PRÉDIO DO HOSPITAL DE CAMPANHA, DOADO PELA ALBRAS, PERMANECE DE PRONTIDÃO
PRÉDIO DO HOSPITAL DE CAMPANHA, DOADO PELA ALBRAS, PERMANECE DE PRONTIDÃO

Há mais de um mês que o Hospital de Campanha de Barcarena fechou as portas por falta de demanda hospitalar pelo novo coronavírus. Mas, toda a estrutura e os equipamentos estão de prontidão, em caso de nova superlotação das unidades de saúde de Barcarena pela Covid-19. O prédio foi doado pela Albras, empresa do grupo Hydro. A reforma e manutenção foi da prefeitura de Barcarena. Doações de outras empresas também foram de fundamental importância quanto a equipamentos.

Além do prédio, a Hydro também doou 1.200 testes rápidos, aparelhos hospitalares e Equipamentos de Proteção Individual – EPIs. Todas as doações ajudaram a salvar vidas, o que gerou gratidão pela parceria, explicou a secretária de saúde, Eugênia Teles. “O município tem muito o que agradecer a doação do prédio, de materiais de uso permanente no hospital e outros equipamentos”.

O Hospital de Campanha foi inaugurado no dia 20 de maio, como retaguarda da UPA 24h e do Hospital Wandick Gutierrez, que estavam superlotados. Com o controle do novo coronavírus em Barcarena, por falta de demanda hospitalar, o HC fechou as portas em 26 de junho. Como a pandemia ainda não acabou, e ainda não há cura para a Covid-19, toda a estrutura está pronta para uma eventual reutilização.

“É muito importante deixar a população ciente de que, mesmo com o Hospital de Campanha fechado há mais de um mês, nós permanecemos com o nosso compromisso de deixar ele intacto, enquanto a gente observa melhor o comportamento da doença na cidade”, concluiu a secretária Eugênia.

Foram 36 dias de funcionamento, com 34 pessoas atendidas e taxa de mortalidade zero. Uma equipe multiprofissional se encarregou de ajudar a devolver a saúde às pessoas e ajudá-las a vencer a Covid-19. No pós-pandemia, o prédio doado para a prefeitura terá outra utilidade para atender a população.