OPERAÇÃO INTEGRADA FISCALIZA CUMPRIMENTO DE DECRETOS CONTRA AGLOMERAÇÕES


OPERAÇÃO INTEGRADA FISCALIZA CUMPRIMENTO DE DECRETOS CONTRA AGLOMERAÇÕES
OPERAÇÃO INTEGRADA FISCALIZA CUMPRIMENTO DE DECRETOS CONTRA AGLOMERAÇÕES

O domingo (14) no Caripi, em Barcarena, foi de faixa de areia vazia, mas com restaurantes funcionando para o almoço. Ao longo do dia, equipes integradas fiscalizaram o cumprimento dos decretos estadual e municipal que proíbem, aos finais de semanas e feriados, o banho em praias e balneários. 

O objetivo é evitar aglomerações e novos casos de covid-19. Os decretos também determinam a fiscalização do uso de máscara, o limite de lotação no transporte público e a vedação do funcionamento de bares, boates e casas noturnas. O trabalho também foi realizado nas praias do Conde, Fazendinha, Itupanema e Trambioca. 

Ônibus de piqueniques continuam proibidos. A fiscalização seguirá durante todo o período de carnaval. A operação conta com agentes do Corpo de Bombeiros, Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), Defesa Civil, Polícia Militar (PM) e Vigilância Sanitária, além das secretarias municipais. 

A Polícia Militar garante cobertura na operação com cerca de 50 agentes. "Nosso apoio aos órgãos da Prefeitura é para proteger a população, tanto da criminalidade quanto dos pontos de aglomeração, que colocam a vida das pessoas em risco", afirmou o tenente Luiz, oficial do 14° Batalhão da Polícia Militar (BPM), unidade responsável pelo policiamento em Barcarena. 

Em caso de desobediência às normas restritivas, há, de forma progressiva, sanções com advertência; multa diária de até R$ 50 mil para pessoas jurídicas, a ser duplicada a cada reincidência, e de R$ 150,00 para pessoas físicas, a ser duplicada a cada reincidência, além de embargo e/ou interdição do estabelecimento. 

Serviço - A população pode ajudar na fiscalização do cumprimento das medidas determinadas pelos decretos. Para isso, deve acionar o Disque-Denúncia, por meio do número 181, ou do WhatsApp (91) 98115-9181, válidos para todo o Pará.