PRODUTORES COMEMORAM VACINAÇÃO ANIMAL EM BARCARENA


PRODUTORES COMEMORAM VACINAÇÃO ANIMAL EM BARCARENA
PRODUTORES COMEMORAM VACINAÇÃO ANIMAL EM BARCARENA

A campanha de combate à febre aftosa em Barcarena avança e vem recebendo elogios dos produtores como seu Pedro Alexandre Santos, dono de uma propriedade rural no Arienga Estrada. No terreno dele tem plantas, árvores frutíferas e gado. Foi lá que os técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura aplicaram doses da vacina no rebanho nesta quarta-feira, 12.

"Estamos desempenhando um trabalho que terá evolução. Criando, plantando, produzindo alimentos pro nosso povo", disse o produtor. O secretário de Agricultura de Barcarena, Edson Cardoso, acompanhou a vacinação animal e conversou com os criadores do local. Com a orientação do prefeito Renato Ogawa, Edson está incentivando a agricultura famíliar e promovendo ações que garantam a sustentabilidade.

A vacina contra a aftosa e brucelose faz parte de um calendário de ações que beneficiam a qualidade da gado. "O que mais importa é o agricultor gerar produção pro município. É carne, é frango, é verdura, é açaí, é tudo. É isso que nosso município precisa, melhorar a agricultura do nosso município", comentou seu Pedro, ao ver os animais da propriedade imunizados.

ETAPAS - A campanha de vacinação animal é dividida em duas etapas por ano. A primeira é realizada no mês de maio, com a vacinação dos animais de todas as faixas etárias. A segunda etapa é em novembro, com a vacina para as faixas de 0 a 2 anos de vida. Para a brucelose, a Semagri informou que não existe um calendário específico de vacinação, sendo realizada conjuntamente com a da febre aftosa.

A febre aftosa, de vacinação obrigatória, é uma doença viral que provoca feridas na boca e nas patas de animais; e a brucelose bovina é uma doença causada por bactéria, que é causa de aborto, algumas vezes acompanhada de infertilidade permanente ou temporária das fêmeas. Ambas são zoonoses (doenças transmitidas entre animais e seres humanos) e acarretam enormes perdas econômicas.