De segunda a sexta de 08:00 às 14:00          Av. Cronje da Silveira, 438 – 68445-000          (91) 3753-3457
No Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência (21), sociedade civil organizada e governo municipal, através do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência promoveram o 1º Encontro Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, no auditório da Escola Aloysio Chaves.
A Palestra Magna foi conduzida pelo 2° Promotor de Justiça de Barcarena, Márcio Faria, recém-chegado ao município. O Promotor discorreu sobre políticas públicas e defesa dos direitos da pessoa com deficiência: “Deficiente não são as pessoas que têm dificuldades, mas somos nós que não atendemos o comando de igualdade imposto pela Constituição Federal”, declarou. Ainda sobre os obstáculos no avanço de políticas públicas e de direitos para as pessoas com deficiência, o drº Márcio afirmou que a maior barreira ainda é o preconceito.
Na mesa que abriu o evento, a Secretária Municipal de Assistência Social, Francinéa Dias, representando o prefeito de Barcarena parabenizou a iniciativa do conselho em discutir a pauta através do evento: “É através de debates importantes como esse que as políticas públicas se fortalecem”, falou fazendo referência a luta das pessoas com deficiência.
Estiveram ao lado da secretária durante a mesa de abertura, a Presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Telma Marinho, a Presidente da APAE, Dayna Conceição, a Presidente Do Gaopa, Alcilene Ferreira e o Auto defensor da Federação das Apae’s do Pará, Elionai Pereira.
Um dos pontos altos do evento foi o protagonismo da pessoa com deficiência, através da Assistente Social e Conselheira do CMDPD, Mônica Melo que explanou sobre a importância do conselho, chamando todos a se unirem a causa. “Não precisamos apenas de uma rampa nas escolas, mas queremos acessibilidade na rua, nos eventos culturais e por aí vai”, comentou.
Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade